Como Tirar Músicas de Ouvido

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Tirar uma música de ouvido é uma prática entre músicos amadores e profissionais que consiste em conseguir tocar a música sem fazer uso de partitura ou qualquer outro tipo de notação musical.

Na aula de canto popular, além de aprender as técnicas vocais para uma boa sonoridade o aluno aprende de maneira natural a tirar a música de ouvido.

Instrumentistas que gostam de jazz, rock, blues, entre outros estilos musicais, também usam essa prática. Já na música erudita, os músicos utilizam a notação musical como base de seu estudo.

Tirar música de ouvido não é uma pratica simples. Mas aqui estão algumas dicas que iram te ajudar nessa missão.

1- Escolha músicas que você já ouviu muitas vezes.

Quanto mais familiarizado(a) com a música você estiver, mais fácil será conseguir reproduzir o som que você está ouvindo.

2- Comece identificando o movimento das notas.

Após descobrir a primeira nota da música, você precisa entender se a próxima é mais aguda (movimento ascendente) ou mais grave (movimento descendente).

3- Procure músicas que utilizam graus conjuntos

Uma música com graus conjuntos (do – ré – mi – fá) será mais simples do que músicas que utilizam saltos (do – sol – si – ré)

OBS: Tirar músicas de ouvido é como aprender uma língua. Se você não conhece alguma palavra não vai conseguir reproduzi-la, ou se conseguir não entenderá o que está falando. Portanto a partir de agora seguem algumas dicas de conteúdos para melhorar seu vocabulário musical e por consequência ajudar a tirar suas músicas prediletas de ouvido.

4- Estude escalas

As melodias (partes cantadas da música ou solos de algum instrumento) são feitas a partir de uma sequencia de notas que chamamos de escala.

Existem diversas escalas e se você consegue identificar qual delas está sendo utilizada, você passa a ter 7 ou até mesmo 5 opções de notas, ao invés de 12 (quantidade de notas musicais), o que torna sua busca por aquela nota específica mais fácil.

5- Pratique ouvir a nota mais grave do acorde

A nota mais grave do acorde normalmente é tocada pelo contrabaixo. Depois de identifica-la como fundamental de um acorde, resta saber a qualidade do acorde, ou seja, se ele é maior ou menor.

6- Entenda sobre campo harmônico

O campo harmônico é uma sequência de 7 acordes formada a partir da tonalidade da música.

Convenhamos que é muito mais fácil encontrar um acorde entre 7 do que um entre 60 que é a quantidade de acordes maiores, menores, diminutos, meio diminutos e aumentados (isso sem contar as tensões como sétimas, nonas etc). Portanto aprenda os campos harmônicos maiores e menores e seja feliz. RS.

More to explorer

sim sp

SIM São Paulo – O Que Vai Ter?

Que bom! Mais um ano desse evento super dinâmico que está atraindo muitos olhares para o mercado da música no Brasil. A

curso de canto

Curso de Canto

Motivos para aprender canto Possuir maior segurança para falar em público (nestes casos podemos proporcionar experiências gradativas de interação ao vivo). Cantar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp
Enviar