Como Melhorar Composições

como compor melhor

Como Melhorar Composições

A frequência de criação melhora a performance! Por isso é ótimo manter-se constantemente criando. Isso não quer dizer que você tenha que escrever uma sinfonia a cada semana.

Agora, se você ainda não tem clientes, não foi convidado para desenvolver uma trilha ou um jingle, como começar?

Composições curtas são uma ótima opção! Melhor ainda se ela for para o ar, ou seja, esteja online para outras pessoas.

Se você não sabe por onde começar, aqui vão duas ideias que podem te ajudar.

1. Vinheta para vídeos de Youtube

Se você não tiver um canal no Youtube, certamente conhece alguém que tenha. Uma parceria vai bem, você pode criar uma trilha curta para a abertura dos vídeos do seu amigo. Não esqueça de pedir para inserir seus créditos no final do vídeo.

2. Vídeos empresariais

Hoje em dia microempreendedores de todo o mundo são quase obrigados a produzir vídeos. Podem ser vídeos institucionais, vídeos de produtos, de processos ou de treinamento.

Se você não conhece alguém que tenha uma microempresa para perguntar se pode participar de forma colaborativa da trilha, experimente perguntar no Facebook se alguém precisa.

Na maioria das vezes ao fazer estes tipos de vídeos são buscadas trilhas brancas. Estas são músicas sem direitos autorais, você encontra uma imensidão deste tipo de trilha gratuitamente na internet. Mas, usar trilhas brancas é como usar banco de imagens. Quem está assistindo percebe que não é original. Aquela não é a imagem da empresa. Aquela música não faz parte daquele vídeo. E é aí que você entra!

Processo de composição na Usina Música

Se sua curiosidade foi instigada, agora vou contar um case particular: Como na prática desenvolvemos o assunto de composição na Usina Música.

É muito comum que músicos gostem de criar, compor e gravar.

Desde o início das atividades da Usina em 2003, sempre tentei conciliar as atividades da empresa entre: cursos de música, eventos e gravação.

No início gravávamos bandas e muito raramente compúnhamos uma trilha musical para algum evento.

Com o passar do tempo foram chegando clientes e mais clientes com projetos maiores. Apesar de os processos sofrerem muitas alterações, uma coisa foi comum, sempre trabalhei por projetos. Montando equipes de acordo com o tempo, complexidade e orçamento que estavam disponíveis.

Hoje em dia a Usina Música conta com alguns professores e muitos deles adoram esse universo de composição.

Além de dar aulas, cada profissional desenvolve seus projetos particulares, em seus home studios.

Eu, por exemplo colaboro com áudios e trilhas para um grande amigo, Renato Machado, que é chargista e desenvolve charges animadas.

Esses trabalhos para as charges são rápidos e envolvem muito mais um alinhamento conceitual do que técnicas rebuscadas de composição. Como são informações pontuais que precisam ser entendidas, optamos sempre por pouca informação sonora.

Confira uma Charge Animada

Confira um trabalho de composição de trilha que realizamos para a Volvo Construction Equipaments

Isso aí! Quem curte criar música não consegue parar. E é muito frustrante não ter a sua obra atingindo outras pessoas. Espero que essas dicas e o relato do case tenham de alguma forma te dado uma luz, para que você também possa expor sua criação.

Veja nosso artigo com dicas para você começar a compor

Como Compor Uma Música

como compor musica

Como Compor Uma Música

O senso comum projeta a imagem de um compositor como alguém que nasceu com incríveis habilidades e por conta disso pode sair criando ótimas obras artísticas. Na vida real, não é assim que funciona!

Está mais do que comprovado que mesmo compositores brilhantes como Mozart, eram completamente dedicados. Gastavam milhares de horas estudando e criando entre processos árduos e frustrantes.

Como em qualquer outra atividade de criação, quanto mais dedicação e conhecimento maiores serão as habilidades do compositor.

Não à toa existem métodos, cursos, e até faculdades dedicados a instrução deste ofício.

Confira dicas simples para você conseguir focar e produzir:

1. Objetivo

Tenha claro o objetivo da música. Se você não está apenas compondo para você é importante saber qual propósito a obra deve atingir. Se for um pedido ou uma encomenda de outra pessoa, nada melhor do que conhecer as expectativas da pessoa. Peça referências e tente não fugir destas referências.

2. Instrumentação

Seja prático! Quais instrumentos podem ser utilizados na obra? Você vai tocar com amigos? Quais instrumentos esses amigos de fato sabem tocar? Na hora de começar a compor é uma ótima ideia ter em mente quais instrumentistas irão executar a música ao vivo ou em uma gravação, além de conhecer as habilidades de cada instrumentista.

Imagine que você quer criar um solo e grava este solo no teclado, mas na realidade quem vai executá-lo é um guitarrista. Será bom saber se esse guitarrista tem a competência necessária, certo?!

3. Estrutura

Quanto tempo a música poderá durar? Qual será a velocidade (andamento)? Será alegre (tonalidade Maior) Triste ou melancólica (Tonalidade Menor)?

Crie um mapa coerente para te ajudar, indicando se terá verso, refrão, pontes e em quais momentos.

4. Escolha da Harmonia

Existem divergências quanto ao iniciar uma composição pela harmonia (acordes) ou melodia (frases melódicas). No entanto observando alunos em fase de criação sugiro que o início seja pela harmonia. Escolha os acordes que julgar adequados para cada parte da composição. Em seguida tente gravar (no celular mesmo). A partir daí você poderá começar a arriscar melodias.

5. Grave tudo

Ouça e readéque o que considerar necessário. Mostre para amigos, peça opiniões e vá realizando alterações. Temos o costume de querer uma obra acabada rapidamente, mas até renomados compositores fazem e refazem seus trabalhos, então trate de caprichar e trabalhar na sua obra até que realmente entenda que não há mais nada para ser melhorado!